Brincadeiras para estimular habilidades no desenvolvimento infantil

Brincadeiras para estimular habilidades no desenvolvimento infantil

Existem diversas habilidades que desempenhamos na vida adulta que, na verdade, foram adquiridas durante nosso desenvolvimento infantil.

Tamanha é a importância de estimular crianças e adolescentes da maneira certa e no momento certo, que o Center on the Developing Child, de Harvard, criou um guia para orientar pais, professores e cuidadores.

Quais seriam as brincadeiras, jogos e atividades mais indicadas em cada fase? O que isso ajudará na idade adulta? É o que você vai descobrir neste artigo.

A importância do desenvolvimento infantil

O desenvolvimento infantil não visa apenas ensinar as crianças a andarem, falarem ou se comportarem. Os hábitos e estímulos recebidos desde os primeiros meses de vida causarão impacto direto em sua postura e no seu modo de viver na fase adulta.

Denominadas “habilidades para vida”, o Center on the Developing Child de Harvard, que estuda desenvolvimento infantil, concluiu que esses aspectos influenciam na vida profissional, na busca pelos objetivos, no cumprimento de tarefas e até mesmo no estilo de pai ou mãe que a criança se tornará no futuro.

Assim, focar a atenção, planejar e traçar objetivos, pensar antes de agir, controlar as emoções e ser flexível, são características que precisam ser desenvolvidas desde a primeira infância até o início da idade adulta. No entanto, é fundamental entender que a base para isso se dá logo nos primeiros meses de vida.

Brincadeiras que ajudam no desenvolvimento

Ainda segundo o estudo, crianças que não recebem um desenvolvimento infantil adequado tendem a se tornar adultos com problemas de autocontrole e de convívio social, têm menos habilidades para trabalhos em equipe e são menos produtivos. Por isso, o estímulo certo, na idade certa é tão importante.

A parte boa é que isso pode ser feito a partir de brincadeiras, jogos e atividades simples, mas que trazem grandes resultados. Veja agora algumas sugestões.

6 a 18 meses

Objetivo: ajudar na retenção de informações; exercitar a memória; aumentar a atenção; ensinar como filtrar distrações.

Brincadeiras:

  • brincar de “escondeu/achou”;
  • empilhar blocos, derrubar e pedir para que o bebê faça o mesmo;
  • usar um pano para esconder um brinquedo e pedir para que o bebê o encontre;
  • dar nome (em voz alta) aos brinquedos que mais chamam a atenção do bebê.

18 a 36 meses

Objetivo: desenvolver habilidades de linguagem; promover a reflexão de pensamentos e ações; ensinar a seguir regras mais complexas.

Brincadeiras:

  • pedir que a criança separe alguns objetos de acordo com cor, tamanho ou forma;
  • sugerir brincadeiras que imitam atividades rotineiras de adultos, como limpar a casa etc;
  • conversar sobre o que está sentindo no momento.

3 a 5 anos

Objetivo: ensinar aos menores regras e estruturas; aos maiores como ganhar mais independência.

Brincadeiras:

  • brincar de “estátua”;
  • ensinar a se equilibrar sobre uma linha demarcada no chão, trave ou meio-fio;
  • brincar com a imaginação, por exemplo, simular ser médico ou professor;
  • ensinar a cozinhar.

5 a 7 anos

Objetivo: ensinar sobre planejamento; autocontrole; flexibilidade; concentração; mediação de conflitos.

Brincadeiras:

  • dança da cadeira;
  • jogos de tabuleiro de estratégias;
  • jogos com regras e desafios crescentes;
  • caça-palavras, labirintos ou quebra-cabeça.

7 a 12 anos

Objetivo: aumentar a complexidade das atividades; utilizar estímulos que envolvam regras, atenção seletiva e flexibilidade.

Brincadeiras:

  • pular corda;
  • jogos com baralho;
  • palavras-cruzadas ou sudoku;
  • aprender um instrumento musical.

Adolescentes

Objetivo: ensinar como controlar o comportamento; orientar quanto ao planejamento de ações.

Atividades:

  • estimular a traçar metas de curto e longo prazo e identificar o que precisa ser feito para alcançá-las;
  • descobrir, juntos, quais tarefas devem ser priorizadas: como fazer isso e como evitar interrupções para cumpri-las;
  • ensinar como se colocar no lugar do outro e a identificar o que levar as pessoas a terem determinadas atitudes.

Aqui, no Instituto Reação, o desenvolvimento infantil é estimulado de diversas maneiras. Por isso, criamos projetos que atendem diferentes faixas etárias.

Quer saber quais são? Então acesse este link e conheça os projetos do Reação que ajudam no crescimento e aprimoramento das nossas crianças e jovens.